Movimento Parque Verde

Assina a Petição

 

 

 

domingo, novembro 05, 2006

Até que enfim!


Finalmente fez-se justiça e um dos maiores criminosos da história foi condenado à pena de morte por enforcamento. Ser enforcado ainda é pouco. Quem chega a matar bebés com gás merece muito mais... A ele juntava-se Bin Laden, Pinochet e Fidel Castro. Eram 4 cordas ao pescoço e estrangularem-nos em público para todos verem!!!

Comments on "Até que enfim!"

 

<Blogger Cristina said ... (2:04 da tarde) : 

Viva! Sempre há justica!

 

<Blogger LFD said ... (7:13 da tarde) : 

Bem, sempre disse que isto dava um pouco para o lado Fascista, antes brincava, agora parece que tenho a confirmação. Ainda bem que em Portugal não existe a pena de morte porque acho que da maneira que se escreve aqui, que muitas cabeças rolavam... O mais engraçado ainda é que dos 4 nomes mencionados 3 deles, tiveram a ajuda confirmada dos Estados Unidos, sim porque se torna mais facil fazer justiça a um crime dos anos 80 apoiado por quem esta a agora a encriminar. Não gosto nada so Assado do Sadam mas, um post deste neste site é de má qualidade.

 

<Blogger LFD said ... (7:21 da tarde) : 

E Viva! A comentar morte... a dicotomia para além de ser ironica é morbida!

Por mais terrivel que uma pessoa seja, celebrar a morte dessa para mim é repugnante

 

<Blogger JAM said ... (9:34 da tarde) : 

Não gostas paciência Phil. Qual o mal em festejar? uma pessoa destas... que não chega a ser pessoa para mim e ainda há compaixão? k cometeu crimes e crimes contra a humanidade, ainda há pena? respeito o que pensas mas não aceito.

 

<Blogger JAM said ... (10:39 da manhã) : 

Se nos chamas fascistas só porque exprimimos o que sentimos...

 

<Blogger Ricardo said ... (2:04 da tarde) : 

Não há que ter pena de tiranos deste calibre!
Se duvidas houver, pergunte-se aos Iraquianos que sofreram na pele os caprichos deste senhor que governava um país, para proveito proprio e não do seu povo.
Phil, eu posso ser muito bem a favor da pena de morte nestes casos, e tu contra. É isso o bom da democracia senão, um de nós iria de certo sofrer represalias. A tua opinião diferente da minha, não te faz uma melhor pessoa. Fascista? por amor de deus, acho que precisas de fazer uma visita ao dicionário e relembrar o significado desse termo.
Abraço

 

<Blogger LFD said ... (4:48 da tarde) : 

Fascista... podia ter levado a coisa demasia a direita. Era uma brincadeira com a ex-tocha-simbolo fascista que antes tinham no site. Bem por ai errei. Mas de resto acho que é de mau gosto a imagem de Saddam, a Imagem de 4 corpos enforcados, o apelo a estrangulação para a celebração comungal, e repito

Por mais terrivel que uma pessoa seja, celebrar a morte dessa para mim é repugnante

 

<Blogger NUNO SOARES said ... (6:35 da tarde) : 

Condena-se uma pessoa á morte, é estar a fazer(em parte) o que ele fez. Rir e festejar a sua morte é deprimente pois decerto teremos algo mais em que pensar. Deixá-lo viver em luta com a sua consciência seria para mim a condenãção mais justa, ele não seria capaz de estar a ser lembrado todos os dias dos erros que fez, com a sua morte ele vai em descanso e nós lembrar-nos-emos que houve um assassino que um dia foi apanhado e morto. É assim, não se deve apaziguar os homens e sua a consciência, dos seus monstruosos actos.

 

<Blogger JAM said ... (7:40 da tarde) : 

Sim Spike essa de ir para a prisão toda a vida é aceitavel, apesar de mesmo assim não concordar. Para mim não se faz justiça assim porque ele vai estar cá ainda a respirar... e as famílias que ele destruiu? nunca vão ficar em paz e de consciência tranquila. As pessoas é que nunca se meteram ou tentaram meter na pele de uma situação destas. A frustração, o ódio ao assasino, a dor para toda a vida... É por isso que sou a favor da pena de morte e digo sem receios nenhuns. Agora todos querem o aborto ou não é? Não é matar vidas? entao porque que a pena de morte há-de ser diferente e anti democratico? como diz a esquerda. Deixem-se de hipocresias e metam os pontos nos i(s)!

 

<Blogger Jorge Ortolá said ... (11:47 da tarde) : 

Ricardo,

Eu não o condenava à morte. É estar a aliviar-lhe o sofrimento.
Eu condenava-o a trabalhos em prol da sociedade iraquiana.

Varrer ruas,
Limpar retretes nas prisões, etc...

Abraço

 

<Blogger Corte said ... (1:25 da manhã) : 

Alguns poderão ser jovens, mas se forem aos livritos e jornais da época (1982) repararão que o criminoso Saddam foi visitado por um secretário da defesa americano que lhe foi dar o seu apoio na luta contra os curdos ( na altura um grande problema para a Turquia).
As fotos ainda andam na net.
Se este julgamento fosse justo não seria só o Saddam a estar sentado no banco dos réus.
E já agora tb sou contra a pena de morte. Acho que, como diz o ditado "Cá se fazem, cá se pagam".
Um abraço

 

<Blogger Corte said ... (1:29 da manhã) : 

Só mais uma coisita por causa do aborto: com as técnicas de clonagem, qq dia não podemos cortar a porra das unhas porque tb é matar uma possível vida. Poder-se-á um dia reproduzir um ser completo a partir de uma pequena quantidade de ADN? Isso é vida?
Os putos abandonados nos orfanatos e atirados aos contentores do lixo e ao rio esses sim, não são vida?
É isso melhor que o aborto?

 

<Blogger Ricardo said ... (10:05 da manhã) : 

Se o colocassem a fazer trabalhos em prol da sociedade, tinham que lhe arranjar segurança privada porque os proprios Iraquianos matavam-no. Qual a diferença entre o matarem por ordem do tribunal ou por justiça popular?

 

<Blogger Corte said ... (7:26 da tarde) : 

É como a diferença entre apanhares um tiro num acidente de trânsito ou chamares a policia e ires para tribunal. Justiça popular é um dos maiores perigos quando uma democracia começa a funcionar mal.
Águeda e Amarante 2004.
Sabes o que aconteceu?
Já agora: que iraquianos é que o matavam? Os xiitas ou os sunitas?
Não te esqueças que o Fidel, o Pinochet o Kim il Sung ou o Salazar continuam com apoiantes.