Movimento Parque Verde

Assina a Petição

 

 

 

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Visto cá de fora

Com tanta martelada que acontece num quadrado de 1000 por 200, ainda há aqueles que tem a desautoridade de dizer que somos pequenos, para esses eu espirro, e desejo-lhes um colectivo santinho.

Aguentem ai que eu irei desbobinar mais.

Vamos agora ver que foi em Portugal que a terceira guerra mundial começou, e tem tudo a haver com a lei do aborto. No expresso este sábado o ex-líder da inteligência Israelita, Efraim Halley declarou que podemos já encomendar a nossa fotografia ao lado de Jesus com os quatro cavalos do apocalipse como pano de fundo, que uma bomba atómica irá nos arrasar. Isto vindo de um judeu é convincente, e mais uma vez somos grandes e fomos os primeiros, poderá alguém chamar o Guiness...

Mas a minha pergunta é esta, se o mundo está prestes a acabar, porquê preocuparmos com a vida-morte de um feto? Bem o melhor é mesmo andar por ai a mocar e fazer mais filhos. Se o mundo acabar, acabamos, se o mundo continuar deixaremos de ser pequenos.
Conclusão e o que espero que aprendem com isto tudo... se virem um FDP Israelita em Portugal mandei-o ir fo er, forem os preservativos que tem, e se quiserem entrar no Guiness, heis a minha sugestão... A pessoa com mais filhos no mundo..., há que preparar a repopulação e deixaremos de ser pequenos.

LFD

Comments on "Visto cá de fora"

 

<Blogger JAM said ... (3:02 da tarde) : 

Concordo Filipe contigo. Geograficamente somos pequenos é um facto, agora as pessoas com a mentalidade pequena ainda tornam isto mais pequeno. Tamanho não significa qualidade!
Olhem à volta... temos António Damásio nos EUA, um dos maiores neuro-cientistas do Mundo, Saramago na Literatura, José Mourinho em Inglaterra, é o melhor treinador de futebol da actualidade. Não somos bons? Ouçam Fernando Pessoa...
"Sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura"

 

<Anonymous Anónimo said ... (2:51 da tarde) : 

Boa! toca a procriar. eu ca ja contribui com 2. pena que portugal nao seja como fizeram na alemanha, que oferecem 25000 euros por cada bebé que nasça.

 

<Anonymous Anónimo said ... (2:55 da tarde) : 

mas lá esta, como o socrates (dizem) gosta mais de meter a marcha atrás, nunca seguiria o exemplo dos alemães

 

<Blogger JAM said ... (4:02 da tarde) : 

É pena que o aborto se tenha tornado uma questao politica, apesar dos esforços para que tal não acontecesse. A esquerda vota SIM e a direita vota NAO. Muitas pessoas vão ficar em casa dia 11 por isso.
Vota dia 11! No SIM, no NAO ou em BRANCO, mas participa.